10 coisas que você precisa saber sobre a carreira de Direito

/ 0 Comentários / 1322 Visualizações /

10 coisas que você precisa saber sobre a carreira de Direito
5 (100%) 1 vote

Algumas pessoas sabem desde crianças o que querem ser quando crescer, outras seguem os passos dos pais, e ainda tem aquelas que acabam decidindo na hora de fazer a inscrição para o vestibular. Após o início do curso, muitos alunos se questionam se fizeram a escolha certa.

 

A graduação em Direito é uma das profissões mais tradicionais, juntamente com Engenharia e Medicina, e requer dedicação, esforço e disciplina, com um toque de talento e admiração. Por isso, listamos as principais características e situações do mundo jurídico que você vai enfrentar durante o curso e a carreira de Direito.

 

 

  1. Gostar de ler é fundamental

A linguagem e as leis são os principais instrumentos de trabalho do estudante de Direito. Sendo assim, é importante gostar de ler, escrever e de se aprimorar sempre, isso porque o Direito é dinâmico ao lidar com a realidade e com as pessoas.

 

  1. A escrita é importante

Nos filmes hollywoodianos, é comum ver muitos advogados articulando argumentos perante juízes, em tribunais lotados. Porém, no Brasil, a coisa é um pouco diferente. A maioria das atividades, petições e ações envolvem a escrita. Portanto, ler e escrever precisam andar juntos nessa profissão.

 

  1. Esteja preparado para conflitos

O Direito lida diretamente com o conflito, seja ele de interesses, ideias ou valores. Isso requer que o estudante desenvolva a combatividade e o jogo de cintura, além de aperfeiçoar o tratamento com as pessoas e o gosto por questões humanitárias.

 

  1. Cinco anos de preparação

Esse é o tempo mínimo necessário para se tornar bacharel. As faculdades e universidades oferecem o curso nos períodos matutino e noturno, mas em algumas a graduação pode ser em período integral.

 

  1. A maioria das disciplinas são teóricas

Filosofia e Sociologia são algumas das disciplinas teóricas presentes na grade curricular do curso. Os estudantes também treinam a oratória, por meio de debates e seminários, onde apresentam um tema e exercitam a fala e a argumentação.

 

  1. Estágio obrigatório

Todo estudante de Direito precisa de horas de estágio. Geralmente, as universidades possuem convênio ou departamento específico que auxilia na integração entre o estagiário e as empresas, escritórios ou fóruns.

 

  1. Há diferentes caminhos depois da graduação

Após a graduação, você pode fazer um mestrado ou doutorado e seguir a carreira acadêmica. Cursos de especialização também são uma ótima opção. Eles duram, em média, um ano e meio e têm conteúdo específico como, por exemplo, Direito Empresarial, Direito do Trabalho ou Direito Imobiliário.

 

  1. O diploma universitário não é suficiente

Como vocês sabem, para exercer a profissão de advogado e receber a carteira da OAB, o bacharel precisa, obrigatoriamente, ser aprovado nas duas fases do Exame de Ordem. Já para as carreiras jurídicas de juiz ou promotor, é necessário passar em concurso público.

 

  1. Carreiras exclusivas para quem cursou Direito

Advogado, procurador, promotor de justiça, juiz, delegado de polícia, tabelião e professor de Direito são áreas que exigem o diploma do curso. As profissões de diplomata e administrador público não são exclusivas, mas o bacharel em Direito tem vantagem e uma boa base.

 

  1. Carreira na área acadêmica

Com o crescimento constante nos cursos de Direito, a procura por professores capacitados também aumenta. Quem optar pela carreira acadêmica pode ter boas chances no mercado.

 

 

Para dar o start na sua carreira, prepare-se para o Exame de Ordem da OAB com os cursos para 1ª e 2ª fases do nosso parceiro IOB Concursos Marcato!

 

 

 

Com informações de Guia do Estudante

 

 

Deixe seu Comentário