5 técnicas científicas para aprender sem (muito) esforço

/ 0 Comentários / 1266 Visualizações /

Avalie esse post

A Universidade College London convidou pesquisadores e especialistas em memorização para realizar experimentos, com a finalidade de encontrar novos métodos de aprendizagem, além de descobrir a maneira mais simples e eficaz de memorizar novas informações.

 

Durante o estudo, cada pesquisador era responsável por um grupo de voluntários. Esses participantes tinham apenas 60 minutos para estudar uma lista de 80 palavras e lembrar delas depois de uma semana. Seria simples, se as palavras não estivessem no idioma lituano!

 

Assim, ao invés de aplicar somente uma técnica, os grupos começaram a combinar várias estratégias. A emissora BBC publicou em seu site (em inglês) as mais promissoras e que podem ajudar nos estudos.

 

  1. Reconhecimento da ignorância

Reconhecer a própria ignorância deixa a mente em ação, colaborando para a memorização das informações. Esse argumento é fundamentado pela psicologia ao afirmar que realizar uma tarefa mais difícil envolve atenção, capaz de criar alicerces que resultam na lembrança do que foi aprendido. Na pesquisa, os participantes foram encorajados a adivinhar o significado das palavras lituanas, sem qualquer informação. Apesar dos erros iniciais, estudos apontam que eles podem fazer sentido posteriormente.

 

  1. A tecnologia é o seu cérebro expandido

Alegando perda de tempo ao estudar, alguns participantes programaram algoritmos que ajudavam a lembrar de alguma palavra eventualmente esquecida. Assim, com uma preocupação a menos, os estudantes conseguiam otimizar o tempo. Para aplicar essa técnica nos seus estudos, utilize recursos como internet e aplicativos na hora de memorizar conceitos. Olhar para algo além de seus livros e anotações pode ser de grande ajuda!

 

  1. Relaxe

Já falamos várias vezes sobre a importância das pausas nos estudos e, de fato, a pesquisa comprovou a sua eficácia. Um dos pesquisadores experimentou conceder pequenas pausas aos participantes do seu grupo durante a memorização das palavras, permitindo que eles assistissem a um vídeo relaxante. Pausas curtas garantem o aprendizado e deixam o cérebro absorver as informações.

 

  1. Pequenas porções de informações

Processar as informações em pequenos blocos é uma dos métodos de memorização mais eficaz. Levando isso para os estudos… É melhor consumir pequenos blocos de tempo, em uma maior variedade de assuntos e habilidades, em vez de concentrar todo o seu período de estudo em um único tema.

 

  1. Storytelling

Um grupo de participantes construiu uma história com as palavras que estavam aprendendo e isso ajudou bastante na memorização. Associar palavras a outros objetos impulsionam o aprendizado, através da reativação de sinapses que estimulam a lembrança. Depois de desenvolver uma história que envolva os conceitos, você só precisa refazer seus passos e ficará mais fácil de lembrar dos estudos.

 

 

Com informações de Revista Galileu

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *