A influência da força de vontade na motivação

/ 0 Comentários / 283 Visualizações /

Avalie esse post

Um dos maiores desafios para quem está passando por um período de estudos é manter a motivação. A chave para aumentar a positividade é a força de vontade, que muitas vezes é confundida com a própria motivação.

 

Para evitar essa confusão e investir no que realmente está faltando para melhorar o seu desempenho, é preciso conhecer as características da força de vontade. Inevitavelmente, ela pode esgotar-se e falhar nos momentos de maior necessidade, mas com os estímulos corretos fica mais fácil impulsionar sua capacidade e colher os benefícios.

 

Recompensa

A utilização da recompensa é um ótimo recurso durante a mudança de um hábito, por exemplo. O ser humano é movido pela conquista e quando desafia a si próprio, entra a vontade de se superar cada vez mais para alcançar a recompensa. Comece elaborando pequenos desafios, como resolver uma lista de exercícios e premiar-se com um chocolate no final.

 

Prática

A força de vontade é aguçada conforme é utilizada, ou seja, quanto mais você praticar, mais fácil será. O grande dilema psicológico é o embate entre o consciente, responsável pelas decisões planejadas, com benefícios a longo prazo, e o inconsciente, que lida com as vontades imediatas. Ao exercitar constantemente a força de vontade, objetivo é de que a dificuldade se torne um hábito.

 

Saúde

A saúde tem papel fundamental na força de vontade que rege a motivação. Com indisposição fica mais difícil resistir e manter o foco. Um exemplo clássico está em ir ao supermercado com fome: a consequência será comprar mais comida do que o necessário, apenas por impulso. Manter o corpo em boas condições é um ótimo passo para conquistar seus objetivos.

 

 

Com informações de Universia Brasil

 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *