Atividade física x estudos: entenda melhor essa relação

Atividade física x estudos: entenda melhor essa relação

/ 0 Comentários / 427 Visualizações /

Avalie esse post

Sempre presente nas dicas de estudo, a atividade física é capaz de influenciar bastante na sua capacidade cognitiva e de aprendizagem, conforme pesquisa realizada pelo Laboratório de Neurociências do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos.

 

O estudo identificou que o exercício físico é capaz de aumentar a capacidade do cérebro de se adaptar e criar novas conexões, além de estimular a produção de neurônios através de substâncias que atuam na nutrição das células do cérebro. Foi observado que, pessoas que se exercitam regularmente, produzem uma intensa atividade no hipocampo, região cerebral relacionada à memória, aprendizagem e responsável por armazenar células-tronco que darão origem à novos neurônios.

 

A atividade física aumenta a produção e liberação de neurotransmissores. “Esses hormônios fabricados pelos neurônios atuam nas sinapses, a comunicação entre essas células”, explica Ricardo Arida, professor e pesquisador do Departamento de Fisiologia da Unifesp. Além disso, o exercício combate os efeitos negativos do excesso de cortisol, hormônio que se eleva em situações de estresse e que pode prejudicar o funcionamento dos neurônios.

 

Os benefícios se estendem ao estímulo dos neurotransmissores dopamina e serotonina responsáveis pela liberação e controle de hormônios que auxiliam na da qualidade do sono, autoestima, cognição, aprendizagem, concentração, reduzem a ansiedade e os riscos de depressão.

 

Com base em todas essas informações científicas, é possível afirmar que reservar um tempo para a prática de esportes é fundamental a fim de manter e aperfeiçoar sua saúde física e mental, capacitando seu cérebro a absorver e armazenar o conteúdo estudado.

 

 

Com informações de: Istoé Medicina e Bem-Estar e Hospital Albert Einstein

Deixe seu Comentário