Dicas para fazer um bom resumo na hora de estudar

/ 0 Comentários / 976 Visualizações /

Avalie esse post

Fazer resumo de um texto, além de ajudar a memorizar o conteúdo, é uma ótima ferramenta de estudo. Mas será que você está realizando esta técnica corretamente?

 

Esta ferramenta faz parte de qualquer estudo, pois a análise de uma bibliografia ou da lei em si é um feito extremamente necessário para assimilação do conteúdo. Dias antes da prova, muitos estudantes, na ansiedade não sabem como fazer uma boa análise de um texto.

 

Para ajudar a saber se o seu resumo está sendo eficiente vamos lhe fornecer 5 regras básicas. Se seguir à risca seus estudos podem se tornar ainda mais eficientes.

 

Regra 1 – Leia o texto ao menos duas vezes

Ler o texto várias vezes fará com que os detalhes sejam captados, o que facilitará na hora de fazer o resumo, além de fixar melhor a ideia central do texto que será o principal instrumento para o desenvolvimento do resumo.

 

Regra 2 – Resuma os parágrafos em poucas palavras

Faça chaves nos parágrafos e resuma com as suas palavras, mas sem sair do contexto central e tomando cuidado com opiniões pessoais. A melhor técnica para resumir um parágrafo é ler e depois elaborar uma pergunta sobre o que ele fala, a resposta desta pergunta deve ser o seu resumo.

 

Regra 3 – Não cabem comentários pessoais

No resumo é sempre muito importante colocar as suas palavras, pra que fique mais fácil de identificar o contexto na hora da revisão, mas atenção, pois colocar opiniões pessoais em resumos formais não cabem. Para o caso de resumos informais, muito cuidado para não distorcer o tema central colocando “achismos”.

 

Regra 4 – Mantenha-se fiel ao tema central

O resumo deve sempre se prender ao tema principal e informações adjacentes. Várias leituras do texto vão te ajudar a aplicar um filtro melhor das informações e ver o que realmente é importante para se colocar no resumo. Os assuntos mais importantes a se colocar no resumo são aqueles que respondem perguntas.

 

Regra 5 – Sempre escreva a próprio punho

Escrever a próprio punho ajuda a assimilar melhor o conteúdo, pois o cérebro terá uma forma de concretizar seu aprendizado, o que resultará em uma melhor memorização do conteúdo.

 

Agora partiu estudar para a 1ª fase do XV exame da OAB, que será aplicada no dia 16 de novembro. Bons estudos!

Deixe seu Comentário