Evite as causas que te levam a estudar de última hora

/ 0 Comentários / 647 Visualizações /

Avalie esse post

Imagine a situação: a prova é no dia seguinte, mas você ainda não estudou. Nem precisou imaginar muito, né? Quem passou por isso algumas vezes sabe que só de lembrar das noites sem dormir e do desespero de véspera de prova já são suficientes para provocar arrepios. Mas, você consegue se lembrar dos motivos que te levaram a deixar tudo para a última hora?

 

Se sua resposta foi não, fique calmo: isso é mais comum do que parece! Muitas vezes as causas que levam os estudantes a procrastinar estão mais presentes no cotidiano do que aparentam, dificultando ainda mais a identificação e reparação desses erros. Confira alguns fatores que te levam a estudar na véspera dos exames e veja como mudar seus hábitos:

 

1 – Acreditar que tem mais tempo para estudar

É bastante comum que os candidatos subestimem a quantidade de tempo até o dia da prova. O tempo passa rápido e você deve considerar e contabilizar possíveis imprevistos, interrupções e até mesmo o tempo de descanso que o corpo precisa. Para evitar isso, você pode usar métodos que otimizem o tempo, como a Técnica Pomodoro.

 

2 – Falta de motivação

Adiar os estudos pode ser uma atitude ligada simplesmente à falta de vontade, o que, apesar de comum, trata-se de um comportamento extremante negativo na busca pela aprovação. O melhor a fazer nesses casos é pensar na real motivação para seus estudos. O quanto você quer passar na OAB e tornar-se um advogado de sucesso? Procure escrever seus objetivos em um lugar de fácil acesso e visibilidade para te manter motivado.

 

3 – Não estudar progressivamente

Estudar é um hábito que só pode ser aperfeiçoado por meio da rotina e repetição. Sendo assim, seu desempenho será melhor se você estudar durante vários dias seguidos, do que se tentar aprender tudo de uma vez. Isso acontece porque o cérebro grava as informações assimiladas durante o sono, ou seja, quanto mais boas noites de sono você tiver intercalando os estudos, mais fácil será memorizar o conteúdo. Porém, lembre-se que isso demanda planejamento!

 

4 – Não dormir bem

Conforme citado no item anterior, se você estiver cansado e com sono, as chances de querer adiar os estudos são muito maiores e seu aprendizado também sofrerá consequências. A sensação que se tem é de são muitas coisas para fazer em pouco tempo, mas jamais sacrifique seu sono. Após o descanso, sua energia vai aumentar e você conseguirá realizar as outras tarefas em muito menos tempo.

 

5 – Acreditar que já sabe a matéria

Somente prestar atenção nas aulas não garante que você esteja preparado para a prova. Isso porque o aprendizado ativo não foi realizado, por meio da avaliação do que foi estudado na prática. Uma boa dica para esse caso é manter um sistema de auto avaliação e incluir uma dinâmica de testes, especialmente com questões de provas anteriores para saber o quanto você já sabe e o que ainda falta aprender. Explicar a matéria em voz alta também pode ser um ótimo termômetro para avaliar se você está preparado ou não.

 

A próxima prova da OAB está prevista para ser aplicada no dia 15 de março e, se você parar para pensar, tem menos de dois meses para estudar todas as disciplinas cobradas na 1ª fase do Exame de Ordem. O IOB Concursos Marcato, parceiro do OAB de Primeira, tem cursos preparatórios que se encaixam no seu cronograma e orçamento. Conheça e ainda estude grátis por 30 dias!

 

Com informações de Universia Brasil

 

Deixe seu Comentário