Explore suas habilidades e aplique nos estudos

/ 0 Comentários / 479 Visualizações /

Avalie esse post

O dicionário Michaellis define habilidade como: capacidade, inteligência, aptidão, destreza, astúcia ou manha. Habilidade pode então, ser considerada uma aptidão desenvolvida ou cultivada ao longo do tempo e permite que uma pessoa realize determinadas atividades com muita facilidade.

 

Quem possui habilidade para escrever, por exemplo, pode escrever mais e melhor do que uma pessoa que não possua tem desenvolvida esta habilidade.

 

Estudos, estímulos e interesses são fatores decisivos. Na prática, o desenvolvimento de uma habilidade ocorre com esforço pessoal, persistência, tenacidade e vontade de lutar por um objetivo maior ou um ideal. O que é certo é que todos, de uma forma ou de outra, desenvolvem aptidões e podem seguir determinadas profissões e conseguir se realizar com rendimento, proveito e satisfação.

 

O grande questionamento é: Como descobrir suas habilidades? Acompanhe 3 “famílias”, ou tipos genéricos, de habilidades ou aptidões que irão te ajudar nessa caça ao tesouro:

 

As Intelectuais

  • Inteligência geral (QI)

Ter facilidade para raciocinar, compreender o que ouve, escuta ou lê, planejar, criar, resolver problemas, etc.

  • Raciocínio abstrato

Ter habilidade em descobrir relações e estabelecer deduções ou induções através de símbolos, lidar com fórmulas abstratas, etc.

  • Raciocínio verbal

Ter facilidade do uso correto das palavras, aprender línguas estrangeiras, interpretação de significados, etc.

  • Habilidade numérica

Ter bom desempenho em lidar com números, realizar operações matemáticas com rapidez e exatidão, cálculos mentais, etc.

  • Relações espaciais

Lidar mentalmente com objetos em espaço tridimensional, capacidade para imaginar movimentos, posições e rotações de objetos, etc.

  • Habilidade mecânica

Ter facilidade em perceber e descobrir princípios de funcionamento de máquinas e aparelhos e aplicá-los em situações reais, etc.

  • Memória

Ter facilidade em lembrar ou evocar algo conhecido anteriormente em diversas modalidades: visual, auditiva, topográfica, mnemônica, onomástica.

  • Rapidez e exatidão

Pensar e/ou fazer bem e muito em pouco tempo, tanto nas percepções como no raciocínio concreto e abstrato.

 

As artísticas

  • Plásticas

Ter facilidade de perceber a beleza nas formas e cores, bem como, para realizar obras e trabalhos como: pintura, escultura, desenho, decoração, etc.

  • Musicais

Saber perceber a beleza estética baseada no som e ritmo, facilidade para tocar instrumentos musicais e a leitura de partituras.

  • Dramáticas

Ter habilidade para perceber a beleza estética dos movimentos – expressão corporal e vocal, fisionômica; também conseguir efeitos fisionômicos, vocais, corporais, etc. Num sentido específico, está a capacidade literária, facilidade de escrever, falar, com precisão e beleza de formas na expressão do pensamento.

 

As Psicomotoras

  • Agilidade física

Ser ágil para a movimentação, flexibilidade de movimentos do corpo e coordenação de movimentos simétricos e assimétricos.

  • Resistência física

Ter a capacidade de agir por longo tempo sem cansaço e de acordo com a profissão/atividade; é superar os efeitos de temperaturas extremas.

  • Dígito-manuais

Ter habilidades que envolvem o uso das mãos/dedos – motricidade para tipos de trabalho e em profissões como dentista, músico, escultor, cirurgião, fisioterapeuta, instrumentista datilógrafo, digitador, laboratorista, desenhista, pintor, etc.

 

 

Com informações de PUC-RS.

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *