Indeciso entre Civil ou Penal? Veja dicas para as duas!

/ 0 Comentários / 1528 Visualizações /

Avalie esse post

As inscrições para o Exame da OAB começaram e os candidatos já devem decidir qual disciplina escolher para a prova na 2ª fase.

 

Para dar uma ajudinha, entramos em contato com os professores Rogério Cury e Luiz Dellore que deram dicas pra quem está pensando em optar por Direito Penal ou Direito Civil, respectivamente. Essas duas disciplinas estão entre as mais escolhidas pelos candidatos.

 

Direito Penal

Últimas peças:

XIV Exame de Ordem – Memoriais Finais;

XIII Exame de Ordem – Recurso de apelação, com fundamento no artigo 593, I, do CPP;

XII Exame de Ordem – Apelação.

 

Dicas de professor!

– Analise as provas anteriores: conteúdo, gabarito e comentário da FGV;
– Tenha em mãos um Vade Mecum específico e atualizado da área que irá realizar a prova;

– Treine a elaboração de peças, por escrito, ou seja, à caneta;

– Analise o momento processual de cada peça, bem como as teses que podem ser tratadas.

 

 

rogerio-cury

Rogério Cury

Advogado, Especialista e Mestre em Direito. Professor de Direito Processual Penal e Direito Penal. Organizador do Vade Mecum Penal – Ed Rideel. Professor convidado PUC-SP – COGEAE. Sócio proprietário do escritório advocacia Malheiros e Cury – Sao Paulo-SP e sócio do escritório de advocacia Smaniotto, Cury, Castro e Barros I Brasilia-DF. Atua também como palestrante em vários estados do Brasil.

 

 

 

Direito Civil

Últimas peças:

XIV Exame de Ordem – Agravo de Instrumento;

XIII Exame de Ordem – Ação de obrigação de fazer com pedido de tutela antecipado;

XII Exame de Ordem – Ação de interdição com pedido de antecipação de tutela.

 

Dicas de professor!

– Conheça as provas anteriores de civil e a banca examinadora;

– Simule o momento da prova, principalmente o tempo, escrevendo à mão, não só peça, mas também as questões;

– Estude e treine no próprio Vade Mecum que será utilizado no dia da prova;

– Observe como podem ser feitas as anotações no seu material aqui.

– A maior dificuldade pode ser em identificar a peça a ser utilizada, especialmente se for inicial. Lembre-se de que, na inicial, não deve preocupar-se com o “nome da ação”, mas com a causa de pedir e pedido. Em caso de dúvida, coloque o processo e procedimento, como “ação de conhecimento, pelo procedimento comum, rito ordinário”, o que pode ser acrescido de “com pedido condenatório”;

– Existe um mito de que “civil é difícil” e tem quantidade maior de peças. Porém, para quem estagiou ou conhece bem a área, poderá confirmar que ela é mais prática que as demais e, além disso, está tudo no código;

– Para aqueles que não têm muita experiência, vale a pena estudar por um livro de prática, com modelos. O professor Dellore sugere esse manual.

 

 

prof-luiz-delloreLuiz Dellore 

Mestre e Doutor em Processo Civil pela USP. Mestre em Direito Constitucional pela PUC/SP. Professor de Processo Civil do IOB Concursos, Mackenzie, EPD e outras instituições em todo o Brasil. Advogado concursado da Caixa Econômica Federal. Ex-assessor de Ministro do STJ. Autor de livros focados em concursos. Membro do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Processual) e da Comissão de Processo Civil da OAB/SP. Diretor do CEAPRO (Centro de Estudos Avançados de Processo).

 

 

 

Gostou das dicas e quer ter acesso à mais conteúdos preparados por professores qualificados? Confira os cursos preparatórios para OAB do nosso parceiro, IOB Concursos Marcato, e busque sua aprovação!

 

 

 

Deixe seu Comentário