Candidata em exame da OAB diz que voltou a estudar para evitar depressão

14 de abril de 2014

Avalie esse post

Rosana Dias

(Foto: John Pacheco/G1)

A estudante amapaense de direito Rosana Dias, de 52 anos, diz que se preparou para realizar pela primeira vez o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que acontece neste domingo (13) em todo o país. Portadora de uma doença degenerativa que a obriga a utilizar cadeira de rodas em determinados períodos do dia, a candidata conta que voltou a estudar após cirurgia, para evitar a depressão.

Rosana diz que teve tudo para desistir de seguir a carreira, po conta da diartrose, uma doença degenerativa na coluna que obriga o uso da cadeira de rodas ao menos em parte do dia.

“Em função de uma cirurgia, tive que trancar o curso de direito por três anos, e fiquei boa parte desse período sem me locomover. Consigo ficar em pé por um curto período de tempo. É irreversível, mas voltei a estudar como forma de evitar a depressão”, reforça.

A preparação da candidata, que é mãe de duas meninas, contou com a cooperação das colegas de classe, segundo afirma, “que sempre contribuíram para que tudo desse certo no dia da prova”.

“Minhas amigas se solidarizaram comigo, e todos os dias estudava em casa aproveitando o material do curso preparatório que elas utilizavam. Era cerca de seis horas diárias de estudos”, detalha Rosana.

Segundo a candidata, esta será a primeira e última vez que tentará aprovação no Exame da Ordem, pois, segundo conta, uma nova cirurgia em cinco vértebras da coluna está marcada para o mês de junho.

XIII Exame da OAB
Em Macapá, 740 bacharéis em direito se inscreveram na primeira fase do Exame da OAB. A prova acontece no prédio de uma faculdade particular da capital. Os portões abriram as 12h, e a prova inicia às 13h, com duração de cinco horas.

Fonte: G1

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *