OAB criará grupo para monitorar crimes na internet

/ 0 Comentários / 52 Visualizações /

Avalie esse post

Com o avanço dos crimes registrados no âmbito virtual e ainda sem uma legislação específica, a OAB anunciou a criação de um grupo para acompanhar e monitorar crimes na internet. A ideia surgiu durante uma audiência com jornalistas que foram vítimas recentes de crimes em redes sociais.

 

A novidade foi divulgada pelo presidente nacional da entidade, Marcus Vinicius Furtado Coêlho. Além de monitorar crimes, a OAB também irá discutir formas de aprimorar investigações e garantir a responsabilização de quem pratica tais delitos.

 

Uma das maiores dificuldades enfrentadas atualmente é a identificação das pessoas que postam conteúdo ofensivo em redes sociais. Assim, há pouca eficácia na solução dos crimes, gerando déficit na punição dos delinquentes e estimulando cada vez mais a prática.

 

Durante a audiência com as jornalistas Cristiane Damacena e Raíssa Gomes, Marcus Vinicius informou que remeterá, em nome da OAB, ofício à polícia e ao Ministério Público solicitando providências quanto aos casos relatados.

 

“É um absurdo que se utilize a internet para a prática do crime de racismo. Cristiane e Raíssa, assim como quem quer que sofra discriminação em função de cor, credo, raça ou orientação sexual tem apoio total da OAB para a tomada de providências e auxílio na identificação dos criminosos”, disse.

 

 

Com informações de OAB

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *